Dica de teatro: É mesmo uma Palhaçada #gratis

Neste feriado de 01 de maio, a Trupe Dunavô, formada por Renato Ribeiro, Vinicius Ramos, Gis Pereira e Gabi Zanola, apresenta o espetáculo É mesmo uma Palhaçada no SESC Ipiranga. Demonstrando às crianças números de palhaços de circo tradicionais e proporcionando aos adultos um momento de lembranças de vivências da infância, o grupo convida a todos para uma verdadeira imersão na linguagem circense, de forma divertidíssima!

O nome DuNavô significa “por favor” em “criancês”: “Porque criança e palhaço também são aqueles que erram e muitas vezes trocam as palavras, então escolhemos esse nome “DuNavô” para nos aproximarmos do respeitável publico, sem forçar nada, só se houver uma permissão, então… DuNavô a gente pode se apresentar?”.

A trupe já é conhecida e querida de quem gosta de espetáculos de rua:

“Notamos que para muitas crianças este é o primeiro contato com aquelas cenas, muitas vezes tão antigas, que se mantém e que perpassam por muitos anos. E o mais importante é perceber que estas cenas continuam fazendo sentido! Para nós é uma imensa alegria unir as gerações e ver o resultado”, comenta Gabi Zanola, integrante da Trupe.

O espetáculo “É mesmo uma Palhaçada”, traz a divertida história de três palhaços, que chegam para se apresentar e descobrem que estão no lugar errado. Em meio a essa grande confusão, os palhaços tentam consertar a situação, disfarçar o ocorrido e entreter os espectadores com suas ideias mirabolantes, porém muito atrapalhadas. Através de suas maravilhosas habilidades, eles provocam inúmeras situações inusitadas, mas as coisas não acontecem como o esperado e é aí que a brincadeira começa.

Com números clássicos de palhaçaria circense, mesclado às cenas de autoria do grupo, brincando entre o novo e o já consagrado pelos mestres do picadeiro, a trupe diverte o público e garante boas risadas.

Com o espetáculo “É mesmo uma palhaçada” a Trupe DuNavô  se apropria da linguagem circense em seu caráter lúdico estimulando a imaginação dos espectadores – sejam eles crianças ou adultos – de forma acolhedora e generosa, sem a mínima distinção. Dessa forma, promovem um verdadeiro resgate da memória do circo, valorizando a cultura popular, relembrando clássicos e convidando o público a reviver os grandes e tradicionais circos do passado.

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FDuNavo%2Fposts%2F932521713517013&width=500

A Trupe Dunavô tem como base de sua pesquisa a linguagem do palhaço. Durante sua trajetória, o grupo vem realizando diversos experimentos, fazendo referência à memória do circo ou inovando e levando a linguagem do palhaço para espaços fora do convencional. Com seus três projetos (Refugo Urbano, É mesmo uma Palhaçada e O Livro do Mundo Inteiro) a trupe vem apresentando o palhaço ao público em suas diversas vertentes. Em 2016 a Trupe realizou temporada do espetáculo “Refugo Urbano” no Espaço dos Parlapatões e SESC Itaquera, participou do Festival Nacional de Teatro de Jales e do XII Festival Nacional de Teatro de Limeira. Fez parte da programação do Circuito SP de Cultura com “Refugo Urbano” e “É mesmo uma Palhaçada”, se apresentando em diversos espaços importantes da cidade de São Paulo. Foi convidada para integrar a programação do maior festival de humor do mundo: o Festival Risadaria, apresentando dois de seus espetáculos “É mesmo uma Palhaçada” e “O Livro do Mundo Inteiro” (espetáculo de improviso onde a trupe convida o publico a escrever uma história nova a cada dia de espetáculo), que tiveram enorme repercussão junto ao público do Festival. Participou do Circuito Cultural Paulista (APAA-Associação Paulista de Amigos da Arte) e do Festival Paulista de Circo com o Espetáculo “É mesmo uma Palhaçada”, além de circular por diversas unidades do SESC de São Paulo e Capital, Fábricas de Cultura, teatros distritais e atualmente esta participando do projeto Viagem Teatral SESI 2017.

É MESMO UMA PALHAÇADA

Um grupo de palhaços vindos de uma turnê internacional chega para se apresentar, mas ao se deparar com o cenário de outro grupo, percebe que está no lugar errado!

Os palhaços passam a vasculhar esse cenário desconhecido e a “improvisar” cenas com os diferentes objetos encontrados, para entreter o público ansioso pelo espetáculo. Passeando por ilusionismo, mágica, dança e demais variedades circenses, eles se revezam apresentando cenas clássicas e autorais, arrancando boas gargalhadas! E convidam o público para um verdadeiro resgate da memória do circo, valorizando a cultura e proporcionando uma vivência no ambiente circense, que não deve ser esquecida.

Serviço:

  • Ingressos gratuitos
  • Duração: 50 minutos
    Classificação: Livre
  • Quando: 01 de maio – segunda-feira – 11h00
  • Onde: SESC Ipiranga – Área Externa (Quintal) – Rua Bom Pastor, 822, 04203-002 – Telefone (11) 3340-2000

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s