Curtimos e indicamos Mogli – O Livro da Selva no Teatro Folha

Tenho uma simpatia ímpar pela história de Mogi, o menino lobo.

A primeira é de aparência: sempre me vi nos indianos, provavelmente pela minha ascendência que mescla o Extremo Oriente com a Europa e teria como ponto médio a India (risos).

A outra explicação vem de Balu!

Eu uso o necessário
Somente o necessário
O extraordinário é demais
Eu digo necessário
Somente o necessário
Por isso é que essa vida eu vivo em paz 

E essa canção está na adaptação de Fabio Brandi Torres para a obra de Rudyard Kipling, que narra a história e as aventuras vividas por um menino criado por lobos.

Fui com a certeza de que as meninas, que desde cedo brincam de representar, dançar e imitar animais, se encantariam com o espetáculo de Eduardo Leão, que traz movimentos de animais inspirados em “Rei Leão” e “Cats”.

E #aos4 #aos11 e #aos12 realmente curtiram!

Mas os meninos da plateia estavam igualmente animados!

A produção da montagem escolheu os atores mirins Chico Sanches de Melo e Pedro Estevam – que estreiam no teatro, ambos com 8 anos de idade – para se revezarem no papel principal. Com a inclusão dos atores mirins, a encenação busca a autenticidade do olhar de criança.

O diretor Eduardo Leão diz que o processo de criação da montagem contou com a espontaneidade dos atores mirins e a vontade de jogar, típica da faixa etária deles.

“Além da disposição para o jogo lúdico, a diferença de tamanho entre os atores adultos e crianças reforça a leitura de que Mogli é um menino pequeno num ambiente hostil, que é a floresta”.

A encenação faz referência ao teatro oriental, o que é revelado principalmente pelas músicas criadas especialmente para o espetáculo por André Abujamra, e nos figurinos desenhados por Olintho Malaquias.

“Também trabalhei com o elenco detalhes da atuação. Atores fazem personagens animais em pé, com movimentações, posturas e energias que lembram a vida selvagem. Mas nunca fazem animais em quatro patas”, detalha o diretor.

Recomendamos!

FICHA TÉCNICA

Texto – Fabio Brandi Torres
Elenco – Chico Sanches de Melo e Pedro Estevam (em revezamento no papel de Mogli), Everton Granado, Leo Rommano, Lia Canineu, Ivy Souza e Thiago Andreuccetti.
Cenografia – Márcia Pires
Cenotécnico – Marcos Santos
Costuras de cenografia – Fátima Nahjar
Figurino – Olintho Malaquias
Execução de figurinos – Paula Gascon e Laura Françoso
Costureiras – Célia Pereira da Rocha e Edéia Evaristo
Trilha sonora composta – André Abujamra
Criação gráfica – Winnie Affonso
Fotografia – Eduardo Leão
Equipe técnica – Jardim Cabine
Coordenação de produção – Isabel Gomez
Produção executiva e administração – Pedro Pó
Assistente de direção – Manuela Figueiredo
Iluminação – Isser Korik
Direção – Eduardo Leão
Realização – Conteúdo Teatral

SERVIÇO

Local: Teatro Folha
Estreia: 03 de fevereiro
Temporada: até 01 de junho. Sessões extras nos feriados e emendas de feriados 12 e 13/02, 30/03, 30/04, 01 e 31/05, 01/06.
Apresentações: sábados e domingos, às 16h
Ingresso: R$ 25,00 (setor único)*
*Valor referente ao ingresso inteiro. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.
Duração: 50 minutos
Classificação etária indicativa: 04 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s