Por favor, vençam a ideia competitiva de saltar etapas, destacar feitos e forçar formal das suas crianças e adolescentes

É esse tipo de coisa que as pessoas pensam quando se fala numa criança com Altas Habilidades, ou, no popular, superdotação:

⬇️

Estudante de 14 anos consegue liminar na justiça para cursar ensino superior.

⬆️

A verdade é que, mais do que “saltar etapas” na educação, o “superdotado” precisa de suporte da tal “vila” (do ditado “é preciso uma *vila* para criar uma criançada) para poder se formar como um ser humano adulto pleno.

Por favor, vençam a ideia competitiva de saltar etapas, destacar feitos e forçar formal das suas crianças e adolescentes. Ame-os. Acolha-os. Aceitem cada um como naturalmente é.

Se houver necessidade de um “salto”, você terá muito mais condições de perceber e apoiar.

P.S. Falo por experiência própria: meu primogênito teve o diagnóstico com 6 anos. A equipe multidisciplinar que nos atendeu diagnosticou também que, apesar da “inteligência bem acima da médica”, o desenvolvimento físico e psicológico dele era compatível à idade cronológica. Observem isso antes de “matar a infância” dos seus superdotados!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s