Os marcos da independência infantil

Independência infantil, que tema fácil na teoria e complicado na prática, né, amigas?

👶

Talvez por ter vários irmãos e ser #mãede3, eu noto muito que a teoria não cabe em todas as pessoas, famílias, situações!

A gente lê que o desfralde acontece aos 2 anos, mas cada um tem seu tempo. Só na terceira vez eu consegui que minha expectativa não afetasse o tempo da criança. No primeiro, claro, eu apressei (pobres primogênitos). No segundo, nem vi de tão rápido e natural que foi!

Agora, da imagem que trago, eu sinto dificuldade (inesperada) com a caçula por ser menina quanto ao banho e uso do banheiro sozinha. Neste aspecto, como no desfralde do xixi, acho bem fácil com os meninos!

👧👦

O que não teve discrepância por aqui foi a habilidade para comer sozinho. Quer dizer, o do meio queria comer sozinho com apenas 9 meses (😳😱), imitando o irmão que já tinha 3 anos. E a caçula, com quem não tentei papinha e por orientação da nutricionista foi direto para a #comidadeverdade no estilo #BLW, sempre comeu sozinha e sempre curtiu ser alimentada. E ganhou muita habilidade por frequentar uma EMEI onde se incentiva essa independência no almoço.

🍛🥗

Em vários pontos, a verdade é que a gente tem que segurar a ansiedade, não dar ouvidos para pitacos e ter uma confiança grande no pediatra, que é quem pode ajudar a medir a maturidade da criança.

😉

E aí, como esses aspectos da independência infantil se deram?

Conta para mim!

💬💬💬

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s