Pneumonia em crianças: 10 coisas que os pais precisam saber sobre a doença

Na semana passada, num parquinho infantil, conversava com uma jovem avó que me contava que seu netinho de 1 aninho passou a ter problemas respiratórios e alérgicos depois de uma internação por pneumonia que teve aos 7 meses. Aqui também foi assim: uma internação da minha filha foi o início de um longo tratamento para alergias diversas, em especial a respiratória.

Mas se é assim, por que os médicos não nos orientam para cuidar especialmente da saúde depois de uma pneumonia?

Recebi um material da GSK que nos ajuda a entender melhor a pneumonia e dá parâmetros para conversar com os médicos da família.

A pneumonia é uma infecção respiratória grave que pode levar a óbito, principalmente crianças menores de cinco anos.

Ela é uma das principais causas de hospitalização no Brasil e no mundo, sendo que cerca de 1,2 milhão de crianças morrem anualmente em decorrência desta enfermidade.


Visualizar esta foto no Instagram.

 

Asma é igual a bronquite? Não! Entenda no #postnoblog as diferenças e semelhanças! A #asma é definida como uma obstrução brônquica, geralmente ocasionada por um processo alérgico, que leva à inflamação dos brônquios, provocando falta de ar, sibilância, tosse, dor no peito e opressão torácica. As crianças são as que mais sofrem com a doença. A asma pode ser alérgica e não alérgica. A mais comum e que atinge principalmente as crianças é a asma alérgica, desencadeada pelos alérgenos inalantes como poeira, ácaros, fungos e pólen. O que é #bronquite? Os sintomas da asma descritos acima são muitas vezes confundidos com os da bronquite, que também é uma inflamação, mas que geralmente está associada a um processo infeccioso, viral ou bacteriano. A bronquite aguda é causada por infecção viral ou bacteriana, com duração de apenas alguns dias. Já a bronquite crônica é provocada pela exposição prolongada ao cigarro ou outros irritantes inalados. Nesse último caso, as células do pulmão são progressivamente danificadas dando origem ao quadro de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Vai lá para saber mais, inclusive sobre o #tratamento #gratuito pelo #sus que temos feito com #pediatra e #pnemologista. http://www.maecomfilhos.blog.br/2019/01/asma-e-igual-a-bronquite.html (por @samegui 👩‍👦‍👦mãe dos nerds #aos18 e #aos16👩‍👧e da pequena #aos5) 😘 #maecomfilhos #mãesreais #momblogger #colunistasmaecomfilhos #mãescristãs #maesepaiscomfilhos #mãedeadolescente #mãedemenina #mãedemeninos #attatchmentparenting #criacaocomapego #maede3 #paternidadeativa #familiaetudo #comunicacaonaoviolenta #biblianafamilia

Uma publicação compartilhada por Blog @maecomfilhos (@maecomfilhos) em

//www.instagram.com/embed.js

Como proteger as crianças da pneumonia?

Confira abaixo 10 importantes informações sobre a doença e como os pais tem um importante papel na prevenção de seus filhos.

1) Qualquer pessoa, em qualquer idade, pode ter pneumonia?

Qualquer pessoa pode desenvolver a doença, mas crianças com até cinco anos de idade, lactentes, idosos e pessoas com doenças cardiopulmonares são as mais vulneráveis.

2) A pneumonia é uma doença grave?

A pneumonia é uma infecção respiratória grave, caracterizada por tosse, febre e secreção. A doença é responsável por altas taxas de internações e mortalidade, especialmente entre crianças menores de cinco anos. Cerca de 15 milhões de crianças são hospitalizadas, por ano, nos países em desenvolvimento como o Brasil. A doença também é responsável por cerca de 20% dos óbitos anuais em todo o mundo.

Em 2016, a pneumonia foi a maior causa de mortalidade infantil por doenças infecciosas no mundo. Essa informação foi observada ao analisar crianças menores de 5 anos.

3) Quais sãos os principais fatores de risco para o desenvolvimento de pneumonia em crianças?

Os principais fatores de risco são baixo peso no nascimento, desnutrição, falta de aleitamento materno (pelo menos nos seis primeiros meses de vida), deficiência de vitamina A, poluição ambiental, exposição à fumaça de cigarro (fumantes passivos) e falta de imunização adequada com as vacinas disponíveis contra as principais doenças infecto-contagiosas que predispõem a pneumonias e contra os principais agentes de pneumonias (sarampo, varicela, coqueluche, gripe, Haemophilus influenzae tipo b, pneumococos).

4) Quais são os principais sintomas da pneumonia em crianças?

Os principais sintomas são tosse constante, febre, gemidos por causa de problemas respiratórios, dificuldade para se alimentar, apatia, prostração e aumento da frequência respiratória. As crianças que manifestarem esses sinais devem ser levadas para atendimento médico imediato para tratamento adequado.

5) Os sintomas da pneumonia podem ser confundidos com os da gripe?

Tosse, febre alta, dores pelo corpo e mal-estar são sinais típicos de gripe, mas também podem ser sintomas da pneumonia. Geralmente os sinais da gripe passam em três a quatro dias. Se os sintomas durarem mais que isso e surgir falta de ar, tosse com secreção e dor no peito, há possibilidade de ser pneumonia e um médico/pediatra deve ser consultado.

6) Gripe pode causar pneumonia?

Gripe é provocada por vírus e a pneumonia também pode ser ocasionada por vírus, mas a mais frequente é por bactérias. Porém, alguns vírus da gripe podem invadir o pulmão e comprometer seu sistema de defesa, deixando a pessoa mais vulnerável e mais suscetível aos agentes que causam a pneumonia.

7) Fumar perto dos filhos pode contribuir para o desenvolvimento de pneumonia infantil?

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 700 milhões de crianças no mundo são vítimas do fumo passivo, que sofrem com maior incidência de diversas doenças como a pneumonia. No Brasil, as crianças são 40% das vítimas do fumo passivo.

8) Quais as principais causas de pneumonia em crianças?

A pneumonia é causada por diversos agentes infecciosos, incluindo vírus, bactérias e fungos, e pode ser transmitida de algumas maneiras. Os vírus e bactérias que são encontrados no nariz ou na garganta de uma criança podem infectar os pulmões se forem inalados. Além disso, esses microorganismos também podem se espalhar através de tosse ou espirro, e até mesmo pelo sangue, especialmente durante e logo após o nascimento.

A bactéria Streptococcus pneumoniae ou pneumococo é a principal causa de pneumonia e de doença invasiva preveníveis através de vacinação, em crianças com menos de cinco anos.

9) A vacinação é a forma mais eficiente de prevenção da pneumonia bacteriana em crianças?

A forma mais eficiente de prevenir contra a pneumonia causada pelo pneumococo é a vacinação. O Calendário de Vacinação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) recomenda a administração de duas doses da Vacina Pneumocócia 10-valente (conjugada) idealmente aos 2 meses e aos 4 meses de idade e uma dose de reforço aos 12 meses.

A vacina Pneumocócia 10-valente (conjugada) está disponível gratuitamente nos postos de saúde para crianças menores de cinco anos.

10) Há outras formas de prevenção contra a pneumonia na infância?

Além da vacinação, outras formas de prevenção da doença em crianças são: lavar as mãos regularmente, garantir uma nutrição saudável, não compartilhar mamadeiras, copos e utensílios de cozinha e beber água potável.

E vale lembrar: pode acontecer com adultos também!

Visualizar esta foto no Instagram.

– Mamãe, é grave? Você está com asma como eu? – É parecido, filha, mas na mamãe a bronquite virou pneumonia. Mas se eu tomar os remédios direitinho e descansar muito, logo estarei joia! 🙌🏼🙏🏼 Pois é, três semanas de alergia respiratória séria resultaram em sintomas novos que, felizmente, não minimizamos. Ontem eu amanheci no P.S. e confirmei nossa suspeita. Estou de molho, com celular desligado pra conseguir descansar porque estou mesmo com muita falta de ar, cansaço e sono. E o SUS, pelo menos aqui na Moóca, funciona muito bem. Fui atendida por um bom médico, um técnico de radiologia educado, enfermeiras gentis (fiz medicação intravenosa e inalação lá na AMA/UBS). #obrigadasenhor #pequenasalegrias #contesuasbênçãos #maisamorsemfavor #menospresentemaispresença #maecomfilhos #familiasns

Uma publicação compartilhada por Samantha Shiraishi (@samegui) em

//www.instagram.com/embed.js

Referências:
  1. FIOCRUZ. Doenças pneumocócicas: informações técnicas. Disponível em:< https://agencia.fiocruz.br/doen%C3%A7as-pneumoc%C3%B3cicas-informa%C3%A7%C3%B5es-t%C3%A9cnicas>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  2. GOVERNO DO BRASIL. Tire suas dúvidas sobre a vacina contra a pneumonia. 2017. Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/editoria/saude/2014/11/tire-suas-duvidas-sobre-a-vacina-contra-a-pneumonia>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  3. HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS. Pneumonia: mitos e verdades. In: Sua Saúde, 2017. Disponível em: <https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/Paginas/pmeumonia-mitos-verdades.aspx>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  4. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Pneumonia. 2016. Disponível em: <http://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/pneumonia>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  5. ANDRADE, A.L. et al. Bacteriology of Community-acquired Invasive Disease Found in a Multicountry Prospective, Population-based, Epidemiological Surveillance for Pneumococcus in Children in Latin America. The Pediatric Infectious Disease Journal. 31(12):1312–1314, 2012.
  6. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Levels & Trends In Child Mortality Report 2017. Disponível em: https://www.unicef.org/publications/files/Child_Mortality_Report_2017.pdf. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  7. GOMES, L. Fatores de risco e medidas profiláticas nas pneumonias adquiridas na comunidade. J Pneumol 27(2):97-114, 2001.
  8. SOCIEDADE DE PEDIATRIA DE SÃO PAULO. Pneumonia aguda na criança. 2007. Disponível em: <http://www.spsp.org.br/2008/01/28/pneumonia_aguda_na_crianca/>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  9. SOCIEDADE BRASILEIRA DE PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA. Infecções Respiratórias. Disponível em: <https://sbpt.org.br/portal/publico-geral/doencas/infeccoes-respiratorias/>. Acesso em: 26 de nov. 2018
  10. HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS. Crianças expostas à fumaça do cigarro têm maior risco de câncer, doenças pulmonares e morte súbita. 2017. Disponível em: <https://hospitalsiriolibanes.org.br/imprensa/noticias/Paginas/Crian%C3%A7as-expostas-%C3%A0-fuma%C3%A7a-do-cigarro-t%C3%AAm-maior-risco-de-c%C3%A2ncer,-doen%C3%A7as-pulmonares-e-morte-s%C3%BAbita.aspx>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  11. BRASIL. Ministério da Saúde. Vacinação: calendário nacional de vacinação. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/calendario-vacinacao >. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  12. SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Calendário de vacinação da criança: recomendações da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) – 2018/2019 [atualizado até 26/08/2018]. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  13. NHS. Pneumococcal Infections – Prevention. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/pneumococcal-infections/prevention/>. Acesso em: 26 de nov. 2018.
  14. UNITED NATIONS CHILDREN’S FUND. Pneumonia – The Deadliest Childhood Disease. Disponível em: <https://data.unicef.org/wp-content/uploads/2015/12/World-Pneumonia-Day-Infographic_242.pdf>. Acesso em: 26 de nov. 2018

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s