PIÁ – Programa de Iniciação Artística para paulistanos de 5 a 14 anos

O PIÁ – Programa de Iniciação Artística é um programa sob a gestão da Secretaria Municipal de Cultura com parceria orçamentária da Secretaria Municipal de Educação, oferecido gratuitamente para crianças e adolescentes de 05 a 14 anos.

É o único programa da Secretaria Municipal de Cultura voltado para esse público e cumpre a Lei Federal 13257/16, nos seus artigos:

Art. 15: “As políticas públicas criarão condições e meios para que, desde a primeira infância, a criança tenha acesso à produção cultural e seja reconhecida como produtora de cultura.”

Art. 17: “A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios deverão organizar e estimular a criação de espaços lúdicos que propiciem o bem-estar, o brincar e o exercício da criatividade em locais públicos e privados onde haja circulação de criança”.

Inspirado na EMIA (Escola Municipal de Iniciação Artística) existe há nove anos e atua de forma descentralizada em CEUs, Bibliotecas, Centros Culturais, Teatro, Casa de Cultura e Escolas. A sua abordagem artístico-pedagógica, relaciona processos artísticos e culturas da infância por meio da convivência entre artistas-educadores, crianças e adolescentes.   

Objetivos: 

• Valorizar as formas próprias da infância e adolescência em seus processos de criação e expressão. 

• Propiciar experiências e aprendizados estéticos de forma dialógica entre diversos saberes.

• Democratizar o acesso de crianças e adolescentes a bens culturais e artísticos, contribuindo para a construção da cidadania cultural.

• Promover a sociabilidade e a integração da criança e adolescente na família, comunidade, na escola e em outros espaços públicos.

Princípios:

• Ludicidade: A relevância da brincadeira e do jogo, nas maneiras de ser e estar no mundo, e em relação ao outro.

• Experimentação: A valorização da descoberta de si e do mundo, promovida pela experiência estética e seus contexto de expressão, repertórios e vivências.

• Processo criativo: A provocação dos acontecimentos criativos relacionando arte, infância e cotidiano como parte de um processo dinâmico, em constante transformação, de sensibilidade e acolhimento.

• Temporalidades: A percepção dos ritmos, pulsações e estados de cada encontro artístico-pedagógico, com o cuidado em preservar os tempos próprios da criança e do adolescente.

• Pertencimento: A participação ativa e a apropriação da vivência de processos artísticos no espaço público por meio da fruição de bens simbólicos e culturais.

• Interlinguagem: A priorização da experimentação estética de modo transversal, híbrido e relacional, possibilitando novos caminhos de fruição e criação artística.

• Ações compartilhadas: A criação de agenciamentos em diferentes instâncias, que visam colocar em contato experiências geradoras de processos e não apenas de produtos culturais. 

Valores:

• Ética: o respeito e o diálogo entre todos os participantes e com caráter público do programa. 

• Prospecção: o entendimento de que todas as ações do programa são precedidas por reflexões e aprofundamentos. 

• Transversalidade e Pluralidade: a disponibilidade ao diálogo em todas ações e reflexões do programa.

Em 2019, o projeto está presente em 62 equipamentos espalhados pelo município de São Paulo.

Para se inscrever entre em contato nos seguintes locais:

  • Bibliotecas: Mário de Andrade, Monteiro Lobato, Alceu Amoroso Lima, Álvares de Azevedo, José Mauro Vasconcelos, Nuto Sant’ana, Narbal Fontes, Menotti Del Picchia, Clarice Lispector, Hans Christian Andersen, Adelpha Figueiredo, Jamil Almansur, Vicente Paulo Guimarães, Chácara do Castelo, Raul Bopp e Marcos Rey.
  • Centros Culturais: CCJ, Penha, Cidade Tiradentes, Centro de Culturas Negras do Jabaquara e Santo Amaro.
  • Casas de Cultura: Casarão da Vila Guilherme, Brasilândia, São Rafael, Tremembé, Guaianases, Antônio Marcos, Itaim Paulista, Hip Hop Sul, M’boi Mirim, Campo Limpo e Parelheiros.
  • Teatros: Arthur Azevedo, Cacilda Becker, Flávio Império e João Caetano.
  • CEUs: Butantã, Uirapuru, Paz, Jardim Paulistano, Pêra Marmelo, Perus, Jaguaré, Formosa, Aricanduva, Tiquatira, Alto Alegre, São Rafael, Sapopemba, Três Pontes, Lajeado, Heliópolis, Caminho do Mar, Alvarenga, Feitiço da Vila, Guarapiranga, Vila do Sol, Campo Limpo, Parelheiros, Cidade Dutra, Três Lagos e Navegantes.

Você se informar pelo telefone: (11) 3397.0167 / 3397.0166 e acompanhar pela fanpage.

P.S. Dica da minha vizinha Josy, parceira do conselho da EMEI Almirante Tamandaré e mãe de um Enzo como eu 💙

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s