Escola de Música do Estado de São Paulo

A Escola tem como objetivo a formação dos futuros profissionais da música erudita e popular.

A Escola de Música do Estado de São Paulo (Emesp) Tom Jobim recebe inscrições para o processo seletivo 2020 até o dia 25. O processo é para ingresso de alunos e alunas nos cursos de formação e especialização musical.

Os cursos são todos gratuitos.

Destinados a estudantes que buscam aprendizado focado na prática de canto e instrumentos variada os, desde violino até acordeão, os cursos de formação são divididos em três ciclos, tendo cada um os seguintes limites de idade: até 13 anos para o 1º ciclo; até 16 anos para o 2º ciclo; e até 21 anos para o 3º ciclo.

Já os cursos de especialização correspondem ao 4º ciclo, onde não há limite de idade. Nesta modalidade são oferecidos cursos nas áreas de composição, regência, música antiga, academia de ópera, prática instrumental avançada (erudito e popular) e canto (erudito e popular).

As duas modalidades são independentes, assim como seus ciclos, não sendo necessário que o aluno tenha feito os ciclos anteriores para poder se inscrever no desejado.

Ao candidato, basta ter os conhecimentos necessários exigidos no edital para concorrer.

  • As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site da Emesp Tom Jobim.
  • Na página o candidato encontra também o edital com todas as informações necessárias para inscrição, cronogramas e conteúdos programáticos.
  • O candidato pode se inscrever em um único curso.
  • A prova da primeira fase será nos dias 2 e 3 de dezembro.
  • A segunda etapa será de 9 a 13 do mesmo mês.
  • A lista dos aprovados sai no dia 17 de janeiro de 2020, com matrículas no final do referido mês.
  • As aulas com as novas turmas têm início em 3 de fevereiro.

Referência no ensino brasileiro de música, a Emesp Tom Jobim é uma escola do Governo de São Paulo gerida em parceria com a Santa Marcelina Cultura, Organização Social ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Atende gratuitamente 1.300 alunas e alunos em seus cursos e habilitações em música popular e erudita, da teoria à prática musical.

https://youtu.be/f9idJQgOMa8

Em 2019, a Emesp Tom Jobim comemora 30 anos de atuação.

Minha pergunta ao ver o nome da escola paulista foi:

Por que Tom Jobim?

Ele era tão carioca!

A trajetória da EMESP Tom Jobim teve início em outubro de 1989. O reitor e primeiro presidente do conselho foi o compo­sitor Antonio Carlos Jobim. Por um longo período, a instituição foi conhecida como Universidade Livre de Música (ULM) e teve sede no bairro do Bom Retiro. Em 2001, com a transferência das atividades do Bom Retiro para o prédio localizado na Luz, a Escola foi rebatizada como Cen­tro de Estudos Musicais Tom Jobim e, posteriormente, com o seu nome atual: Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP Tom Jobim).
Em 2009, a Organização Social Santa Marcelina Cultura pas­sou a administrar a Escola. Foram realizadas melhorias no es­paço físico, qualificação das relações trabalhistas (pela efe­tivação e contratação de professores, por processo seletivo e em regime da CLT) e a estruturação de uma nova proposta pedagógica, com ênfase nas aulas de instrumento e na práti­ca coletiva de música.
Atualmente, a EMESP proporciona tanto a formação de crianças e jovens nas áreas da música erudita e popular, quanto o aperfeiçoamento de músicos que já completaram sua formação e que desejam aprofundar e ampliar ainda mais seus conhecimentos. São 1.300 alunos que têm à sua disposição cerca de 90 habilitações e cursos diferentes.
Referência no ensino de música brasileira, a EMESP Tom Jobim reúne em seu corpo docente profissionais com reconhecimento internacional. Com um projeto artístico-pedagógico, que visa uma formação rica e abrangente, os cursos oferecidos pela escola proporcionam aos alunos e alunas conhecimento, vivência e compreensão musical, abarcando toda a história da música ocidental, desde a música antiga à contemporânea, do popular ao erudito.
Diversas parcerias internacionais promovem intercâmbios de alunos, professores e ideias dentro da escola, proporcionando um ambiente fértil em interações pedagógicas, artísticas e profissionais. A ponte entre o aprendizado e a profissionalização está nos grupos artísticos, que reúnem os alunos em projetos de alta intensidade artística e pedagógica, que não apenas os prepara para a vida profissional, mas já proporciona, por si só, grandes experiências e conquistas como músicos e cidadãos.

Serviço

  • Processo seletivo Emesp Tom Jobim 2020
  • Prazo: até dia 25 de novembro (até as 15h)
  • Divulgação de inscritos e locais de prova: 28 de novembro
  • Provas da 1ª fase: 2 e 3 de dezembro
  • Divulgação da lista de aprovados na 1ª fase: 6 de dezembro
  • Provas da 2ª fase: 9 a 13 de dezembro
  • Informações: emesp.org.br/processo-seletivo-2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s