Começamos a testar o app LingoKids

No mês passado recebi um contato que me pareceu resposta de oração.

Como nossa filha caçula está terminando a fase da Educação Infantil, estamos fazendo pesquisas e planos para a nova fase, a do Ensino Fundamental. E dentre nossos desejos está oferecer para ela uma iniciação eficiente e agradável a um segundo idioma, preferencialmente o inglês.

Por conta deste desejo do meu coração e pela experiência com meus filhos mais velhos (um já no meio do curso universitário, o outro na segunda fase do vestibular), eu sei que ensinar inglês cedo é das melhores coisas que podemos oferecer academicamente aos pequenos.

Estudos indicam que começar ainda criança não é o bastante para aprender um segundo idioma. É necessário usar metodologias consistentes.

O que surgiu para nós como alternativa e hoje se mostra uma solução para a fase da pequena (hoje com 6 anos e em processo de alfabetização) foi o app Lingokids.

Como assim, Sam, um aplicativo? Você colocou a menina pequena para usar mais telinhas? Não basta toda exposição que as crianças vivem?

Bom, controlar a exposição das crianças às telinhas (celular, tablet, TV, videogame) e à publicidade embutida nos programas disponíveis é uma obrigação dos pais.

Aqui eu controlo. Simples assim.

Por ter esta segurança, eu posso usar a parte boa da tecnologia para aprimorar a educação dos meus filhos.

Um exemplo? Usamos o app Bible para nosso estudo bíblico familiar diário. Ajuda muito e eu não abandonei minha Bíblia de papel por conta disso. 

Dito isso, voltemos à minha recomendação de hoje.

🙂

lingokids vale a pena

Com a ajuda da tecnologia e as plataformas online, podemos modernizar e apoiar o ensino, dando origem a um aprendizado divertido e eficaz.

Se já foi muito divertido e legal usar os DVDs e fascículos que mesclavam desenhos animados famosos para ensinar inglês aos meus meninos pequenos, repetindo o que minha mãe fez para mim, usando um método fônico (com LPs!) e ilustrado, imaginem como é hoje com atividades lúdicas e interativas.

Gostei do LingoKids porque

  • (1) minha filha se encantou e não queria parar, já no primeiro dia quis fazer várias aulas e eu tive que limitar (pelo tempo de tela, né?)
  • (2) percebi que ela fez uma relação natural, sem uma “forçação” de barra da minha parte, entre o que ouvia e lia. #aos6 já está lendo e escrevendo, mas tem lá sua preguiça, está habituada a me pedir ajuda. E neste caso, aprendeu tão naturalmente que não notou que foi avançando sem ajuda!

Kate Regan, uma das responsáveis pelo app, diz que “como educadores, [buscam] promover uma integração mais natural de vocabulário e sintaxe. As crianças aprendem as palavras mais facilmente quando chamam sua atenção e aparecem em vários contextos. A melhor oportunidade para as crianças integrarem completamente os significados das palavras em um segundo idioma é encontrar essas palavras em contextos significativos.”

Esse modelo de educação por meio do estímulo apropriado das crianças tem base: a Lingokids tem o apoio da Oxford University Press.

Nos episódios, as crianças se envolvem e interagem em seu universo, obtendo conhecimento através de um conteúdo de alta qualidade, desenvolvido por uma equipe de design, programação e aprendizado de idiomas, entre os quais Guillermo García Carsí, criador do mundialmente conhecido Pocoyo. Lembram-se dele?

🙂

Para nós também tem sido positivo:

  • o fato de termos liberdade de horário para usar (em relação ao que seria ir a uma escolinha)
  • podermos ser seus tutores (o pai, a mãe e os irmãos são fluentes no idioma, então não há necessidade de um outro professor e a imersão é maior sendo no contexto cotidiano da família
  • a possiblidade de um comportamento muito mais autônomo, respeitando o tempo, o interesse e a capacidade individual da criança
  • a repetição de conceitos (não gosto de repetição, mas sei que tem valor para gravar) e a capacidade de aplicar em diferentes contextos ajuda numa segunda língua

Enfim… eu recomendo a metodologia interativa do Lingokids, que inclui jogos, músicas, histórias, vídeos, dentre outros, incentiva a repetição em diferentes contextos e, portanto, o aprendizado, lembrando que é uma plataforma feita para crianças de 2 a 8 anos – e deve estar funcinoando, pois dizem que conta com mais de 10 milhões de famílias registradas em mais de 190 países.

Nosso “teste” será de um ano, completamos apenas o primeiro mês. Portanto, creio que no final das férias de verão e no final do próximo ano letivo eu terei mais para contar.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s